MundoPolicial

Após apontar laser para avião, polícia da Flórida filma apreensão do infrator

A polícia da Flórida divulgou um vídeo, feito a partir de seu helicóptero, em que mostra a apreensão de um homem que apontava lasers para aviões que pousam no Aeroporto Internacional Sarasota-Bradenton, em Sarasota.

De acordo com o Gabinete do Xerife do Condado de Manatee (MCSO), Charlie Chapman Jr., de 41 anos, estava mirando um laser em aviões por volta das 19h40, horário local, na última quarta-feira, 22 de janeiro.

Quando a Unidade de Aviação do MCSO tentou localizar o suspeito por helicóptero, Chapman também apontou o laser para eles, de acordo com um comunicado de imprensa do Gabinete do xerife. O comunicado também observa que os policiais atingiram Chapman com uma arma de choque depois que ele “pegou um martelo” e fez um movimento marcante na direção deles.

“Mais tarde, confirmou-se que Chapman disparou seu laser em um avião de asa fixa por quatro vezes e uma vez no helicóptero do MCSO. Um dos pilotos do avião declarou que o laser o atingiu diretamente nos olhos, causando cegueira temporária. No momento da declaração, o piloto afirmou que ainda sentia que sua visão estava embaçada pelo laser”, diz o comunicado.

De acordo com a WDTV, o piloto que sofreu o problema de visão era um estudante pilotando uma aeronave Cessna Skyhawk, mas um segundo piloto também teria sido atingido menos de uma hora depois, pilotando um avião comercial da United Airlines.

“O efeito dessa luz laser, atingindo o interior todo escuro da cabine, desorienta temporariamente ou causa prejuízo temporário da visão, o que impede a capacidade de pousar com segurança a aeronave”, disse à WDTV o chefe de polícia do aeroporto de Sarasota-Bradenton, Ted Kohuth.

“Nos últimos anos, houve um aumento nos relatórios de indivíduos que apontaram intencionalmente um laser para uma aeronave. Durante apenas algumas semanas do ano civil de 2020, tivemos cinco relatórios, incluindo os dois da noite passada de aeronaves sendo atingidas por um laser”, acrescentou Kohuth.

O vídeo divulgado pelo MCSO mostra Chapman apontando o laser para o helicóptero e, logo na sequência, em câmera noturna de detecção de calor, os policiais chegando de forma sorrateira para abordar e prender o infrator.

Chapman está enfrentando acusações de agressão agravada a um oficial, apontar um laser para um piloto com ferimentos, apontar um laser para um piloto sem ferimentos e resistir à prisão sem violência, segundo o comunicado à imprensa.

 

Facebook Comentários

Via
Aeroin

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Os anúncios ajudam a manter o site ativo e o conteúdo gratuito, por favor desative o bloqueador para ter acesso ao conteúdo