Google
Notícias Corporativas

Empresários orientam profissionais que usam barba no mercado de trabalho

Qual é a nova cara do mercado de trabalho? Que a pandemia alterou a rotina das maiores empresas do Brasil, que adotaram o teletrabalho durante o período de confinamento, não é novidade. Com o avanço da vacinação, parte das operações estão retomando a rotina presencial e, com a desobrigação do uso de máscaras de proteção facial, outro elemento tem marcado presença: a barba.

Do Oriente ao Ocidente, a barba atravessou gerações e fez parte da história. No campo profissional, homens barbudos foram bem aceitos e, às vezes, nem tanto, sobretudo em determinados segmentos – como os gastronômicos, por questões sanitárias.

Atualmente, o uso de barba vem sendo retomado, o que contribui para a quebra de paradigmas, uma mudança de comportamento que influencia também no mercado de trabalho. Um estudo realizado pela All Things Hair, em parceria com o Opinion Box, buscou respostas para os hábitos dos brasileiros quando o assunto são os pelos faciais. Segundo a pesquisa, 88% dos participantes do balanço afirmaram que utilizam algum tipo de barba.

Entre os entrevistados, 11% declararam que usam bigode, mesmo percentual dos que adotaram o cavanhaque. Dentre as preferências, ganham destaque a barba de tamanho médio, com 39% das indicações, e a chamada “barba por fazer”, com 45% das menções. A barba cheia, estilo “lenhador”, foi a categoria preferida pelos entrevistados, com 46%.

Google

“Diante disso, surgem questões, do tipo: ‘uma empresa pode proibir o uso de barba?’ Teoricamente, proibir o uso de barba pode configurar preconceito e discriminação contra o colaborador, conforme os termos do artigo 456-A, da CLT”, reporta  Eduardo Rauen, sócio e diretor de produto da Barba Brava, e-commerce de cosméticos masculinos.

Apesar disso, acrescenta, determinados cuidados devem ser tomados por quem usa barba no ambiente de trabalho. “Pensando nisso, buscamos orientar e desenvolver conteúdo para que os profissionais barbudos possam ter a melhor barba possível e alcançar todos os seus objetivos no mercado”.

Barba no mercado de trabalho exige cuidados

Há determinadas “etiquetas”, ainda que não estabelecidas em um tratado, do que é bem aceito e o que não é, afirma Rauen. “O homem que deseja usar barba, especialmente mais comprida ou volumosa, precisa estar ciente de que alguns cuidados são necessários para que ela seja bem aceita no trabalho e, fazendo tudo certo, a barba pode ser até mesmo admirada e respeitada”.

Para o empresário, é importante que os profissionais barbudos mantenham um visual alinhado, sendo necessário aparar a barba semanal ou quinzenalmente. “Isso não significa que é preciso manter a barba curta, apenas que precisa manter os fios com comprimentos equivalentes para que não tenha fios despontando para fora da linha da barba”.

Além disso, acrescenta, a higiene da barba é fundamental – não apenas para a estética, mas também para a saúde dos pelos no rosto. Uma barba bem higienizada e alinhada dará um aspecto elegante, demonstrando que o uso da barba é intencional, e não um ‘desleixo’”.

Cresce aceitação por profissionais com barba

Rafael Proença, sócio e diretor de Marketing da Barba Brava, destaca que, no passado, alguns setores do mercado não recebiam profissionais de barba com “bons olhos”, porém isso tem sido cada vez menos relevante e já se pode ver barbudos em todos os segmentos, cargos, funções e níveis hierárquicos na indústria, comércio e serviços.

De acordo com Proença, a aceitação da barba no ambiente de trabalho tem sido cada vez mais constante nos últimos anos. Isso porque, com a ascensão do uso de barba e a desmistificação de que o estilo é “desleixo”, a sociedade e os empregadores têm visto, cada vez mais, os homens que usam barba sem preconceito.

“Um dos fatores que contribuiu para isso é o surgimento e o fortalecimento de marcas de produtos específicos para o cuidado com a barba, que auxiliam e ajudam os barbudos a atingirem todo o potencial de suas barbas, ao mesmo tempo em que as mantêm limpas, hidratadas e, sobretudo, com uma boa aparência”, afirma.

“Certa vez um conhecido ator norte-americano disse algo como: ‘quanto mais volumosa a barba, mais elegantemente você precisa se vestir’, ou algo assim. Claro, isso pode ser verdade dependendo do seu contexto, mas de modo geral é uma boa prática para se seguir no ambiente de trabalho”, observa o empresário.

Para mais informações, basta acessar: https://www.barbabrava.com.br/

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Os anúncios ajudam a manter o site ativo e o conteúdo gratuito, por favor desative o bloqueador para ter acesso ao conteúdo